A resposta é simples: cálcio! Os alimentos ricos em cálcio ajudam a melhorar não só a estrutura dos ossos e dentes, mas também a força e contração muscular e até a coagulação sanguínea.

A ingestão diária de cálcio é importante para manter os dentes e ossos fortes, assim como para melhorar a contração muscular, ritmo cardíaco e diminuir a irritação, por exemplo.

Assim, durante o dia é recomendado ingerir cerca de 1.300 mg de cálcio por dia entre os 9 e os 18 anos, devido ao crescimento e desenvolvimento dos ossos, enquanto na idade adulta, a dose aconselhada é de 1.000 mg por dia, o que para vegetarianos restritos como vegans é muito mais difícil de alcanças.

No entanto, o cálcio não precisa ser ingerido apenas sob a forma de leite ou derivados, como queijo e iogurte, especialmente no caso de pacientes com intolerância à lactose ou síndrome do intestino irritável, por exemplo, sendo que existem outros alimentos que, quando ingeridos nas quantidades adequadas, são capazes de fornecer as quantidades diárias de cálcio como a amêndoa.

Geralmente, acontece perda de cálcio na água do cozimento dos alimentos, e por isso é importante utilizar o mínimo de água e o menor tempo possível durante a confecção destes alimentos para garantir que o cálcio seja preservado. A Overrun é feita num processo de torra e trituração dos grãos de amendoim, o que conserva a quantidade de cálcio presente na semente.

 


Referencias
www.tuasaude.com